"Este Blog foi criado para aproximar aqueles que se sentem indignados ao presenciar a injustiça, ocorra ela em qualquer parte do planeta. Ele foi criado para aqueles
que acreditam que o conhecimento crítico e o combate a alienação é a libertação do homem e a transformação do mundo. Sinta-se indignado, proteste, lute,
liberte-se, liberte o outro, transforme o mundo..." Prof. Claudenir

Liberté - Igualité - Fraternité / Revolução Francesa - 1789

Liberté - Igualité - Fraternité / Revolução Francesa - 1789
A Liberdade Guiando o Povo - Eugéne Delacroix

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

PENSAMENTOS

O livre desenvolvimento de cada um é condição para o livre desenvolvimento de todos. (Karl Marx)

Não se pode ensinar alguma coisa a alguém, pode-se apenas auxiliar a descobrir por si mesmo. (Galileu)

Não importa que façanhas você realize, sempre será com a ajuda de alguém. (Althea Gibson)

A repetição não transforma uma mentira numa verdade. (Roosevelt)

Ensinar não é uma função vital, porque não tem o fim em si mesma; a função vital é aprender. (Aristóteles)

A mente que se abre a uma nova idéia jamais voltará ao seu tamanho original. (Albert Einsten)

Não é a consciência dos homens que determina o seu ser, mas, ao contrário, é o seu ser social que determina sua consciência. (Karl Marx)

Há homens que lutam um dia, e são bons; há outros que lutam um ano, e são melhores; há aqueles que lutam muitos anos, e são muito bons; porém há os que lutam toda a vida, estes são os imprescindíveis. (Bertold Brecht)

Os fatos não deixam de existir só por serem ignorados. (J. Sádaba)

Discordo daquilo que dizes, mas defenderei até à morte o teu direito de o dizeres. (Voltaire)

Os filósofos não têm feito se não interpretar o mundo de diferentes maneiras; o que importa é transformá-lo. (Karl Marx)

Quando a última árvore tiver caído, quando o último rio tiver secado, quando o último peixe for pescado, vocês vão entender que dinheiro não se come. (Provérbio indígena)

Aprendemos a voar como pássaros e nadar como peixes, mas não aprendemos a conviver como irmãos. (Martin Luther King)

Quanto mais elevado é o espírito mais ele sofre. (Schopenhauer)

A vida é um campo fértil, onde podemos plantar todos os dias. (Ralph Waldo)

Os poderosos podem matar uma, duas ou até três rosas, mas jamais poderão deter a primavera. (Che Ghevara)

Uma viagem de mil milhas começa com o primeiro passo. (Lao-Tsé)

Devo dizer, correndo o risco de parecer ridículo, que o verdadeiro revolucionário é guiado por grandes sentimentos de amor. É impossível pensar num autêntico revolucionário sem esta qualidade. (Che Ghevara)

Quanto maior o obstáculo, maior a glória de vencê-lo. (Molière)

Pensar é fácil. Atuar é difícil. Atuar de acordo com o que se pensa é o mais difícil de tudo. (Anônimo)

Acreditar em algo e não o viver é desonesto. (Gandhi)

Nunca ande pelo caminho traçado, pois ele conduz sempre até onde os outros chegaram. (Alexandre Graham)

sábado, 5 de setembro de 2009

LIÇÃO DE CASA PARA OS PAIS


Pesquisas mostram que nada é tão decisivo para um bom desempenho escolar quanto o incentivo dos pais para os estudos. Já se sabe até como eles podem dar esse empurrão.
Monica Weinberg, Marana Borges e Selmy Yassuda - Revista VEJA – 01/08/2009.

O DEVER DA FAMÍLIA

As dez principais descobertas dos especialistas sobre quando e como os pais podem ajudar a despertar nos filhos a curiosidade intelectual e fazê-los alcançar um desempenho melhor nos estudos.

1.TER LIVROS EM CASA.
E, no caso de filhos pequenos, ler para eles. O hábito, cultivado desde cedo, faz aumentar o vocabulário de forma espantosa. Segundo estudo do americano James Heckman, prêmio Nobel de economia, uma criança de 8 anos que recebeu esse tipo de estímulo a partir dos 3 domina cerca de 12 000 palavras – o triplo de um aluno sem o mesmo empurrão. A diferença se faz sentir na assimilação de conhecimento em todas as áreas. Ao analisar o fato de a Finlândia aparecer sempre na primeira posição nos rankings de educação, um estudo da OCDE confirma: o incentivo precoce à leitura em casa tem um papel decisivo

2. RESERVAR UM LUGAR TRANQUILO PARA OS ESTUDOS.
A ideia é cuidar para que o ambiente ofereça o mínimo necessário: mesa, cadeira, boa iluminação e distância da televisão. Já na pré-escola, os pais podem definir o local e incentivar seu uso diário. Os benefícios, já quantificados, são os esperados: concentrado, o aluno aprende mais e erra menos.

3. ZELAR PELO CUMPRIMENTO DA LIÇÃO.
Ainda que a criança seja pequena e a tarefa, bem fácil, é importante mostrar a relevância dela com gestos simples, como pedir para olhar o dever pronto ao chegar em casa. Até cerca de 10 anos, monitorar diariamente a execução da lição não é excessivo. Ao contrário. Esse é o momento de começar a sedimentar uma rotina de estudos, com horário e local, mesmo que seja mais uma brincadeira. Um relatório da OCDE não deixa dúvidas quanto às vantagens. Os melhores alunos no mundo todo levam a sério o dever de casa.

4. ORIENTAR, MAS JAMAIS DAR A RESPOSTA CERTA.
Solucionar o problema é uma tentação frequente dos pais quando são acionados a ajudar na tarefa de casa. Não funciona. O que dá certo, isso sim, é recomendar uma leitura mais atenta do enunciado, tentar provocar uma nova reflexão sobre o assunto e, no caso de filhos mais velhos, sugerir uma boa fonte de pesquisas. Se o erro persistir, deixe-o lá. Já se sabe que a correção do professor é decisiva para a fixação da resposta certa.

5. PRESERVAR O TEMPO LIVRE.
Muitos pais, ávidos por proporcionar o maior número de oportunidades aos filhos, lotam sua agenda de atividades fora da escola. O resultado é que sobra pouco tempo para brincar, esse também um momento sabidamente precioso para o aprendizado. Na escola, por sua vez, crianças com rotinas atribuladas demais costumam demonstrar cansaço, o que frequentemente compromete o próprio rendimento.

6. COMPARECER À REUNIÃO DE PAIS.
Mesmo que seja muitas vezes enfadonha, ela proporciona no mínimo uma chance de sentir o ambiente na escola, saber da experiência dos demais alunos e tomar contato com a visão de outros pais. A ida a esses encontros tem ainda um efeito colateral menos visível, mas já bastante estudado: a presença dos pais é uma demonstração de interesse que contribui para o envolvimento dos filhos com a escola.


7. CONVERSAR SOBRE A ESCOLA.
A manifestação de interesse, por si só, é um indicativo do valor dado à educação pela família. Os efeitos são ainda maiores quando o estudo é tratado como algo agradável e aplicável à vida prática, e não um fardo. Uma recente compilação de estudos, consolidada por um centro de pesquisas do governo americano, mostra que um pai que consegue produzir esse tipo de ambiente em casa aumenta em até 40% as chances de o filho se tornar um bom aluno.

8. MONITORAR O BOLETIM.
No caso de um resultado ruim, o melhor a fazer é definir um plano para melhorar o desempenho – mas não sem antes consultar a escola e avisar o filho de que está fazendo isso. O objetivo aí é estabelecer, junto com o colégio, uma estratégia para reverter a situação e saber qual será, exatamente, sua participação. Está mais do que provado que castigo, nesse caso, não funciona. Só diminui o grau de autoconfiança, já baixa, e agrava o desinteresse pelos estudos.

9. PROCURAR O COLÉGIO NO COMEÇO DO ANO.
É a ocasião em que cabe perguntar, pelo menos em linhas gerais, o que a escola pretende ensinar em cada matéria. Trata-se do mínimo para poder acompanhar tais metas e, se preciso cobrar sua execução.

10. NÃO FAZER PRESSÃO NA HORA DO VESTIBULAR.
O excesso de pressão por parte da família só atrapalha no momento mais tenso na vida de um estudante. À mesa do jantar, os pais darão uma boa contribuição ao evitar falar apenas disso. Mas podem ajudar mais, principalmente zelando para que o ambiente de casa na hora do estudo não fique barulhento demais e para que o filho não se comprometa com muitas atividades. O lazer, no entanto, não deve ser suprimido. É o que dizem os especialistas e os próprios campeões no vestibular: em 2008, os mais bem colocados em dez áreas mantiveram uma pesada rotina de estudos, mas, pelo menos no fim de semana, preservaram algum tempo livre.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS (ONU)

Criada ao término da II Guerra Mundial, a Organização das Nações Unidas tem como objetivo principal garantir a paz no mundo através do bom relacionamento entre os países. E, embora não tenha atingido seus objetivos em alguns casos, apresenta fundamental importância na tentativa de amenizar as desigualdades sociais no mundo.
O horror causado pelas duas grandes guerras foi o principal motivo da fundação da ONU em 24 de outubro de 1945. O Presidente Norte-Americano Franklin Roosevelt foi quem criou o nome apresentado pela primeira vez em 1942 na Declaração das Nações Unidas pela qual 26 países se comprometiam a lutar contra o Eixo (aliança entre Itália, Alemanha e Japão na II Guerra Mundial).

Sede da ONU, em Nova York (EUA)
Criada na Conferência de San Francisco (Conferência das Nações Unidas sobre a Organização Internacional), a ONU contava a princípio com 51 estados membros. Atualmente (2007) ela conta com 192 Estados soberanos e com diversos organismos autônomos, sendo constituída por seis órgãos principais e vinculados a ONU apenas por acordos especiais, além de programas que atuam nas mais diversas áreas, da saúde à aviação. Os seis órgãos principais são:
Assembléia Geral – órgão deliberativo máximo que tem como atribuições principais discutir, iniciar estudos e deliberar sobre qualquer questão que afete a paz e segurança em qualquer âmbito, exceto quando a mesma estiver sendo debatida pelo Conselho de Segurança; receber e apreciar os relatórios do Conselho de Segurança e demais órgãos da ONU e eleger membros do Conselho de Segurança, do Conselho Econômico e Social e do Conselho de Tutela.
Conselho de Segurança – embora outros conselhos possam deliberar sobre questões de segurança, este é o único que toma as decisões que os países membros são obrigados a cumprir. Ele foi criado para manter a paz e a segurança internacionais, além de examinar qualquer situação que possa provocar atritos entre países e recomendar soluções ou condições para a solução.
Conselho Econômico e Social (ECOSOC) – coordena o trabalho econômico e social da ONU e das demais instituições integrantes, além de formular recomendações relacionadas a diversos setores como direitos humanos, economia, industrialização, recursos naturais e etc.
Conselho de Tutela – esse conselho foi criado com o propósito de auxiliar os territórios sob tutela da ONU a constituir governos próprios e, após anos de atuação, foi extinto em 1994 quando Palau (no Pacífico), o último território sob tutela da ONU, tornou-se um Estado soberano.
Corte Internacional de Justiça (Tribunal de Haia) – órgão jurídico máximo da ONU que através de convenções ou costumes internacionais, princípios gerais de direito reconhecidos pelas nações civilizadas, jurisprudência e pareceres ou mesmo através de acordos; tem o poder de decisão sobre qualquer litígio internacional, seja ele parte integrante de seu estatuto ou solicitado por qualquer país membro ou não membro (apenas países, não indivíduos), desde que, no último caso, obedeça alguns critérios.
Secretariado – presta serviços a outros órgãos da ONU e administra os programas e políticas que elaboram, além de chamar a atenção do Conselho de Segurança sobre qualquer assunto a ele pertinente.

… e os organismos intergovernamentais, ou programas são:


OIT – Organização Internacional do Trabalho
FAO – Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação
UNESCO – Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura
OMS – Organização Mundial de Saúde
Grupo do Banco Mundial (BIRD, Banco Internacional de Desenvolvimento)
IDA – Associação de Desenvolvimento
CFI – Corporação Financeira Internacional
AGMF – Agência de Garantia Multilateral de Financiamento
CIRDF – Agência Internacional para a Resolução de Disputas Financeiras (CIRDF)
FMI – Fundo Monetário Internacional
ICAO – Organização da Aviação Civil Internacional
UPU – União Postal Universal
ITU – União Internacional de Telecomunicações
OMM – Organização Meteorológica Mundial
IMO – Organização Marítima Internacional
OMPI – Organização Mundial da Propriedade Intelectual
FIDA – Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola
UNIDO – Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial
OMT – Organização Mundial do Turismo
IEA – Agência Internacional de Energia Atômica
OMC – Organização Mundial do Comércio
OPAQ – Organização para a Proibição de Armas Químicas
CTBTO – Organização Preparatória para o Tratado de Proibição de Testes Nucleares
UNCTAD – Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento
PMA – Programa Mundial de Alimentos

Alguns programas são criados especificamente para determinadas regiões, como por exemplo:

PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância
PNUMA – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente
ACNUR – Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados
UNFPA – Fundo de População das Nações Unidas
UN-Habitat – Programa das Nações Unidas para Assentamentos Urbanos
UNIFEM – Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para Mulher
UNAIDS – Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids
UNODC – Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime
UNRWA – Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos


Além de todos estes organismos e programas especializados a ONU conta ainda com a Universidade das Nações Unidas (UNU), o ACNUDH – Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos e diversas outras instituições de pesquisa e treinamento.

Fontes:
http://www.unicrio.org.br
http://www.onu-brasil.org.br

1º DE MAIO - DIA DE LUTA

1º DE MAIO - DIA DE LUTA
Conflito na Serra Pelada - Sebastião Salgado

DIA DAS MÃES - UM GRANDE DIA

DIA DAS MÃES - UM GRANDE DIA

08 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

08 DE MARÇO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

UMA REFLEXÃO SOBRE O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

PENSAMENTO VIVO

"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta." Nelson Mandela

“Nós, que sobrevivemos aos campos, não somos as verdadeiras testemunhas. Esta é uma idéia incômoda que passei aos poucos a aceitar, ao ler o que os outros sobreviventes escreveram, inclusive eu mesmo, quando releio meus textos após alguns anos. Nós, sobreviventes, somos uma minoria não só minúscula, como também anômala. Somos aqueles que, por prevaricação, habilidade ou sorte, jamais tocaram o fundo do poço. Os que o fizeram, e viram a face das Górgonas, não voltaram, ou voltaram mudos”

Primo Levi, escritor italiano, foi um dos 23 sobreviventes entre os 649 judeus que foram encaminhados para Auschwitz com ele em abril de 1944.

A Terra em 100 Anos

Loading...

A FORMAÇÃO DA TERRA

Loading...

O UNIVERSO MACROSCOPICO E O MICROSCOPICO

Loading...

O Universo que existe em você, e você que existe no universo

Loading...

LOVE IS LOVE

LOVE IS LOVE
Reflita sobre o mundo

Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir
Pense sobre o mundo